5 tendências alimentares a serem observadas em 2020

março 31, 2020

Quais são as principais tendências que influenciarão o mundo da alimentação no próximo ano ?

Apresentamos a você 5 tendências alimentares para acompanhar de perto em 2020.

1 – Dietas “sem” são populares: sem lactose, sem glúten, sem carne, sem gordura, sem aditivos.

Uma moda passageira ou uma necessidade?

Faça a dieta sem glúten. Segundo especialistas, 1% seguiria essa dieta simplesmente por moda ou buscando uma vida mais saudável e os 7% restantes por necessidade (doença celíaca ou intolerância).

Mas, enfim, seja qual for o motivo, permanece o fato de que o mercado sem glúten é um mercado em expansão, que cresceu + 20% entre 2011 e 2016.

As consultas, incluindo os termos “Sem glúten” estão explodindo e cada vez mais marcas estão atendendo à demanda.

Hoje, existem lojas especializadas em sem glúten, que facilitam a vida do consumidor.

No setor da cozinha industrial, encontra-se conceitos que tornaram o “sem glúten” sua área de especialização.

Existem restaurantes que servem especialidades italianas, onde a farinha de trigo é substituída por farinha de milho, farinha de arroz (inteira ou semi-inteira) ou trigo sarraceno.

Sem deixar a sua especialidade, você pode integrar alternativas sem glúten ao seu cardápio, oferecendo sem glúten opcional, anunciando nas redes sociais.

O glúten é encontrado no trigo, aveia, cevada ou mesmo espelta, bem como em todos os produtos derivados.

Além disso, os fornecedores do setor se adaptaram e agora oferecem uma variedade de produtos sem glúten. Você encontra massa folhada, pães de hambúrguer ou massas sem glúten, para atender à demanda de seus clientes.

2 – Você gostaria de consumir mais plantas ?

Com a crescente proporção de vegetarianos, flexitatianos e veganos no mundo, para preservar o meio ambiente, defender a causa animal ou levar uma vida mais saudável, estão reduzindo o consumo de carne e se convertendo em novas dietas, dando lugar de destaque aos vegetais.

Ao contrário da crença popular, essas dietas, esses estilos de vida, não são uma prerrogativa e também dizem respeito a populações jovens, para as quais o consumo é um ato cívico e uma maneira de expressar suas idéias, sejam ideológicas, sociais ou políticas.

Muitos estabelecimentos já se apoderaram do movimento. É o caso, por exemplo, de restaurantes que oferecem culinária saudável e ecológica.

3 – O que é bom para o planeta ?

Nos próximos anos, os envolvidos nesta causa, terão que investir mais do que nunca na luta contra o desperdício de alimentos e se engajar em ações “boas para o clima e para o planeta”.

Desde a parada de copos ou canudos de plástico até o uso de sacos para cachorros, a reciclagem de resíduos ou a criação de receitas anti-resíduos.

As possibilidades são infinitas e seu único limite é o respeito e preservação do meio ambiente.

Se este ano você deseja se envolver mais na luta contra o desperdício de alimentos, convido você a tornar seu restaurante um eco-restaurante.

Por que se tornar um restaurante eco-responsável?

Você encontrará muitas idéias e soluções para reduzir seu impacto no planeta, desde o design de menus ao gerenciamento de inventário, passando pela escolha da decoração e embalagem para suas entregas ou entrega.

Para interromper o uso de canudos de plástico, duas empresas desenvolveram canudos comestíveis. Sorbos, uma empresa espanhola, e Loliware, uma startup americana, que lançou recentemente seus canudos comestíveis feitos de algas naturais.

4 – Mais transparência

Comer não é mais um ato trivial.

Para muitos, tornou-se um ato cívico e uma maneira de expressar sua personalidade e identidade.

Em busca da verdade, autenticidade e transparência, esses players consumidores querem saber o que está em seus pratos e conhecer a origem dos produtos, querem entender os processos de fabricação, conhecer os bastidores e ver as humano escondido atrás do sinal.

Nas redes sociais, revele um pouco os bastidores, explique de onde vem o trigo usado para fazer a farinha usada para fazer o pão, compartilhe seu humor sem (demais) pretensões, mostre seu capital humano, e envolva seus clientes na vida de seu estabelecimento, perguntando o que eles pensam ou o que preferem.

5 – Viajar em direção ao Oriente Médio

Em 2020, espere receber um impulso no paladar com a culinária do Oriente Médio, cheia de sabor, cor e especiarias. uma tigela de madjadra para o almoço, um pão pita e uma tigela de hummus para um aperitivo ou uma chawarma para o jantar.

Este ano, a culinária deve nos levar a uma jornada para ‘Egito, Líbano, Israel ou mesmo Síria.

Além de agradar o paladar, a culinária do Oriente Médio tem algumas vantagens que os restauradores podem aproveitar.

Esta cozinha está disponível tanto no prato como no formato de comida de rua.

É uma cozinha que se destaca por vegetais e proteínas vegetais, com a presença de cereais, oleaginosas e leguminosas. Portanto, é ideal para satisfazer vegetarianos ou flexitaristas.

É uma cozinha colorida, cheia de texturas e volumes, que é tão bonita de se ver quanto de bom gosto.

Se você pensa em montar um restaurante vegano, vegetariano ou procura ser mais sustentável em seu negócio, entre em contato com a Scuderia INOX e vamos criar juntos o seu projeto.

 

Vamos criar seu projeto, juntos?

Sua cozinha feita por profissionais

Conteúdos que podem te interessar

Open chat
Fale Conosco